Atividade: Caixa de Prendedores

Certas atividades são tão simples que, talvez justamente por isso, não ocorram a muitos professores. Quando eu assisti, pela primeira vez, crianças de dois anos entretidas com prendedores de roupa, fiquei surpresa com a obviedade do exercício. Imaginava que seria uma proposta chata, mas, para os pequenos, é muito desafiadora – e, portanto, envolvente até que eles sejam capazes de executá-la com facilidade.

Outra vantagem é que ela não requer nenhum material inusitado: é seguro afirmar que a maioria das pessoas possui um punhado de prendedores de roupa em casa.

Essa é uma atividade inspirada no método Montessori. Para saber mais sobre a metodologia, clique aqui.

Foto: Google (reprodução)
Foto: Google (reprodução)

Área de conhecimento

Motricidade.

Faixa etária

Em torno dos 2 anos, quando a criança já consegue controlar os movimentos dos dedos polegar e indicador (formando uma pinça).

Material

  • Prendedores de roupa coloridos;
  • Uma cesta de vime ou caixa de papelão.
  • Para variação: pratos de papel de cores diferentes.

Preparação

Agrupe as crianças de modo que haja uma cesta ou caixa para cada dupla – em grupos muito grandes, a mobilidade pode acabar sendo prejudicada. Além disso, o objetivo é que cada aluno tenha vários prendedores disponíveis, para que possa repetir o movimento até dominá-lo. Elas podem tanto ficar sentadas em mesas baixas quanto no chão.

Demonstre a ação que eles devem realizar: pegar um prendedor de dentro da cesta com o polegar e o indicador (não com a mão cheia), pressionar para abrir o prendedor e colocá-lo, preso, na borda da cesta.

Atividade

As crianças vão repetir o exercício: apanhar um prendedor, pressioná-lo e prendê-lo. Quando terminarem, peça para fazerem o caminho inverso, soltando os prendedores e guardando-os dentro da cesta novamente. Enquanto elas ainda tiverem dificuldade em realizar a tarefa, não ficarão entediadas – se alguma das crianças terminar muito rápido e parecer aborrecida, ela precisa de um estímulo motor mais refinado pois já está mais adiante em seu desenvolvimento.

Foto: Google (reprodução)
Foto: Google (reprodução)

Aproveite a duração da atividade não apenas para acompanhar e facilitar o aprendizado da sua turminha, como também para registrar como foi desenvolvida a motricidade.

Faça fotos e vídeos e use como indícios para criar seus relatórios. Essas são ferramentas simples que podem ser usadas durante a aula para gravar detalhes na evolução de cada aluno, facilitando o relatório pedagógico que será feito mais adiante te poupando um precioso tempo.

Acesse a Eduqa.me para ter registros completos, fáceis e rápidos de atualizar.

Variações

  • Matemática (3-4 anos, quando estiverem praticando os números de 1 a 5): use cinco pratos coloridos (ou um prato dividido em cinco partes, como fatias de pizza) e, em cada um deles, desenhe um número diferente de estrelas, corações, bolinhas, etc. O objetivo é que as crianças consigam contar quantos desenhos estão em cada prato e, então, fixem o número equivalente de prendedores na sua borda. Ex: um prendedor em um prato com uma estrela, dois prendedores em um prato com duas flores, e assim por diante. Se elas já estiverem familiarizadas com os símbolos numéricos, a atividade também pode ser realizada colando os números 1, 2, 3, 4 e 5 no topo de cada prendedor.
  • Raciocínio lógico (a partir dos 3 anos): crie uma sequência com as cores dos prendedores. Podem ser sequências de duas cores, para as menores, até três ou quatro, quando elas conseguirem memorizar padrões mais longos. Vá prendendo-os na cesta de acordo com o modelo definido (um vermelho, um amarelo, um vermelho, um amarelo, e assim por diante) e peça para elas continuarem a tarefa.

Para avaliar

Uma particularidade dessa atividade é que, conforme pregava Maria Montessori, as crianças percebem por conta própria se acertaram ou erraram. O sucesso é conseguir fixar o prendedor de roupa, e elas mesmas conseguem avaliar isso. Portanto, não fique retirando o material das mãos das crianças para corrigi-las, apenas demonstre o que deve ser feito e permita que ela vá manuseando os prendedores até acertar. Ao professor, cabe observar:

  • Elas conseguem segurar os prendedores?
  • Conseguem fazer a força exigida para abri-los?
  • Realizam a tarefa com a mão inteira ou já utilizam os dedos indicador e polegar (mais refinado)?
  • Têm noções de quantidades de 1 a 5 (na variação)?
  • Conseguem relacionar uma quantidade à outra, equivalente – um desenho = um prendedor (na variação)?
  • Reconhecem os números e os relacionam às quantidades?
  • Compreendem e conseguem repetir um padrão de cores (na variação)?
  • Mostram interesse em criar novos padrões (na variação)?

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME Registre atividades na Eduqa.me - horizontal

 

Comentários no Facebook