MEU ALUNO NÃO PRESTA ATENÇÃO!!!!

Hey!

Como está sua atenção? Será que para ler o texto abaixo é necessário ter só a habilidade de leitura bem desenvolvida ou a atenção também é importante?

Vamos ver como você está usando sua atenção ao ler o texto que introduz algumas explicações sobre a Habilidade de Atenção.

Afinal o que podemos entender sobre a habilidade de prestar atenção? Podemos dizer que sem essa habilidade desenvolvida, o mundo a nossa volta seria um aglomerado de imagens, sons, odores. Tudo muito confuso.

Fonte: Guia Infantil

A habilidade da atenção é complexa e exige que a percepção seja direcionada a uma fonte particular de informação. Consequentemente devemos selecionar essa informação que será processada por um tempo determinado. Parece fácil, mas prestar atenção exige esforço cognitivo. Por quê?

A atenção interfere na forma como a criança, e todos nós, respondemos ao meio. Está diretamente relacionada a capacidade de selecionar as informações relevantes do meio ambiente que nosso cérebro irá processar, o que exige boa capacidade de ignorar outros estímulos.

Quando em um ambiente com muitos estímulos, por exemplo a sala de aula, o professor usa de forma comum “Pedrinho, presta atenção” – o aluno tem que ignorar seus colegas, vários outros estímulos (todos, possivelmente mais interessantes) e prestar atenção ao estímulo principal, que neste caso é o professor.

Ah, mas então a criança não está motivada e por isso não presta atenção? Sim e não, pois a motivação é importante para manter a nossa atenção, mas em muitos contextos, fazemos coisas que não são tão legais e precisamos prestar atenção, certo?

O que é a atenção?

A Atenção é uma habilidade cognitiva e precisa ser desenvolvida. A atenção não se refere a uma capacidade única, é uma habilidade que envolve diferentes aspectos, por isso, diante das queixas em sala de aula de que o aluno não presta atenção, devemos considerar todos os aspectos envolvidos para esta habilidade.

De forma simples, além de selecionar a fonte de informação RELEVANTE, é necessário MANTER esse foco por longos períodos de tempo. Tempo de sustentação da atenção da criança varia de acordo com o seu desenvolvimento, e a qualidade da atenção é suscetível a diversas interferências – internas ou externas. O declínio da atenção tem impacto importante no que estamos fazendo.

Os processos atencionais desempenham papeis importantes no dia a dia das pessoas, pois estão relacionados aos processos de aprendizagem, memória e outros aspectos da cognição. A experiência de atenção é única a cada indivíduo.

E você, o que me diz?

Bom, como foi focar a atenção no texto e ignorar todos os outros estímulos ao seu redor?

Esperamos que esta introdução a atenção tenha sido uma leitura gostosa. Você quer conhecer mais sobre esse assunto e refletir sobre como pode estimular as habilidades de atenção na primeira infância? Acompanhe nossos posts.

Gastando menos tempo pedindo atenção e tentando chamar os alunos para a atividade lhe sobrará mais tempo para um curso de aperfeiçoamento ou uma nova graduação.

No exemplo abaixo há uma foto de uma atividade de exploração no Jardim da escola. Além de ter essa agilidade de capturar um momento e já salvar e organizar na hora, é possível fazer anotações individuais e essas anotações vão direto para um relatório da criança que foi selecionada, facilitando o trabalho do professor e coordenador e não deixando de registrar detalhes importantes do desenvolvimento das crianças; incrível não é?

Aqui é possível anotar quando a criança em questão se sente mais focada ou menos e a partir daí você pode perceber quais são as estratégias e como explorar mais e melhor a habilidade de atenção dessa criança.

Gostou? Então clique aqui agora e teste a plataforma que te ajuda a fazer todas as etapas da documentação pedagógica.

Nelma Assis

Comentários no Facebook