Escolher uma escola para os filhos envolve muitas preocupações dos pais, e, entre os fatores levados em consideração para essa tomada de decisão, estão o espaço físico, a segurança, a equipe docente responsável, e, claro, a proposta de ensino. Por isso, um plano pedagógico inovador tem grande potencial para chamar atenção para sua instituição.

Para a pedagoga e assistente social Rosana Buriham, uma boa proposta pedagógica é aquela que leva a criança a aprender como aprender, ou seja, em que a própria criança constrói o seu conhecimento. Ela acredita que é importante buscar o equilíbrio, dosar a duração de atividades individuais e interativas, criar exercícios interessantes e desafiadores que envolvam e estimulem um amplo aprendizado, e sugere que os professores sigam algumas diretrizes para elaborar suas aulas:

Incluir atividades lúdicas que despertem aprendizados sobre atividades do dia a dia

Atividades lúdicas, que estimulem a criatividade e o protagonismo, são sempre bem vindas (foto: Therapeutic Services LLC)

Atividades lúdicas, que estimulem a criatividade e o protagonismo, são sempre bem vindas (foto: Therapeutic Services LLC)

A pedagoga ressalta que a motivação é um dos fatores essenciais para o aprendizado, por isso, os professores devem criar atividades que engajem a participação dos alunos. Ela sugere que, depois de ler uma história ou assistir a um filme sobre alimentação, como o Ratatoille (Walt Diney Pictures, 2007),  por exemplo, a criança pode ser caracterizada de chef de cozinha e aprender a fazer a limpeza de frutas e verduras.

Essa atividade faz com que a criança assuma o papel de cozinheiro, aprenda aspectos que serão úteis para o dia a dia e ganhe noções de responsabilidade. Os alunos mais velhos já podem ter tarefas mais complexas e, com a supervisão de um adulto, podem ficar responsáveis por fazer uma salada de frutas.

A partir dessa experiência, os professores podem abordar assuntos relacionados à grade curricular, como língua portuguesa e matemática, por exemplo, assim como trabalhar a importância de termos uma alimentação saudável, hábitos de higiene com os alimentos e ainda a valorização das pessoas que preparam nossa comida.

Outro bom exemplo disso é o projeto Melancimática, que trabalha conceitos da matemática, como peso e noções de fração, usando uma melancia. Foi idealizado pela professora Maria Salete Altieri Pollezi da Escola Básica Municipal Anita Garibaldi, de Blumenau, com orientação do professor Jovino Luiz Aragão, coordenador da Secretaria Municipal de Educação, também de Blumenau.

Adotar ambientes diferenciados para as aulas

Apesar de a tecnologia ser parte importante do currículo atual, é igualmente importante ter contato com a natureza e praticar atividades ao ar livre (foto: Delaware Valley Association)

Apesar de a tecnologia ser parte importante do currículo atual, é igualmente importante ter contato com a natureza e praticar atividades ao ar livre (foto: Delaware Valley Association)

Hoje, as crianças estão cada vez mais envolvidas com os aparelhos eletrônicos, como televisão, tablete ou computador. Apesar de a tecnologia conseguir manter a atenção do aluno por um bom tempo e ser um elemento chave para essa geração, Rosana Buriham ressalta que é necessário controlar o tempo que a criança gasta envolvida com os jogos eletrônicos. Para ela, um plano pedagógico inovador para a escola é aquele que adota, sim, novas tecnologias, mas que também faz com que a criança tenha diferentes oportunidades de aprendizado. “É super válido que haja um laboratório de informática na escola, assim como é necessário estimular as atividades ao ar livre, o contato com a natureza”, ressalta a pedagoga.

Estimular exercícios individuais e em grupo

Momentos de trabalho individual devem ser intercalados com atividades em grupo (foto: Hema Bhatt's Growing Kids)

Momentos de trabalho individual devem ser intercalados com atividades em grupo (foto: Hema Bhatt’s Growing Kids)

Outra perspectiva de um plano pedagógico inovador é a dosagem entre exercícios individuais e em grupo. Para a pedagoga, é importante que a criança seja estimulada a enfrentar desafios individuais. Já em outros momentos, são recomendadas as atividades que levem à socialização, ao diálogo e à colaboração entre os alunos.

Buscar autoconhecimento e construção de valores

Uma diretriz que muitas escolas estão adotando é desenvolver atividades para a construção de valores éticos. Dessa forma, a escola assume a postura de trabalhar não apenas para a formação acadêmica dos alunos, mas também assume o seu papel social de contribuir para que as crianças reflitam sobre o mundo em que vivem.

Nessa perspectiva, são recomendadas as dinâmicas de grupo, para que cada uma delas se confronte com problemas e contribua com soluções. “É preciso levar em consideração que cada pessoa carrega consigo um contexto histórico e familiar, uma condição socioeconômica. Então, torna-se fundamental que os professores tenham maturidade e jogo de cintura para trabalhar com o confronto de realidades das crianças”, ressalta Rosana.

A partir dessas quatro perspectivas trazidas, é possível montar um plano pedagógico inovador que pode chamar atenção para a sua escola.

Perfis de turma e individual na Eduqa.me - horizontal

Fonte: PlayTable


Comentários no Facebook