Atividade: Tapete Sensorial

Fonte: Canguru Online

Atividades/Movimento
0 Comments

Atividade: Tapete Sensorial

Objetivo

Estímulos da percepção sensorial

Habilidade a ser Estimulada

  • Sensibilidade de mãos e pés.
  • Interação com outras crianças.
  • Movimento corporal.

Faixa Etária

0 a 5 anos.

Material

Materiais com texturas diferentes colados em EVA que estarão costurados uns aos outros. Há possibilidade de variações conforme a criatividade e disponibilidade de materiais.

Descrição da Atividade

  • O educador deve observar se a postura da criança está adequada. Levar em conta que pode ser um estímulo “forte” para a criança, o que pode causar uma desestabilização na postura.
  • Oferecer o estímulo possibilitando o toque nas texturas estimulando o movimento corporal.
  • Solicitar para descrever  o que sentiu (de acordo com a idade).

Fonte: Pinterest

“Ayres define a integração sensorial como sendo a organização de informações sensoriais, proveniente de diferentes canais sensoriais e a habilidade de relacionar estímulos de um canal a outro, de forma a emitir uma resposta adaptativa”.

Muitas vezes a organização dessas informações sensoriais não são organizadas e podem trazer algum tipo de atraso no desenvolvimento global da criança. É na escola, principalmente na Educação Infantil que se faz necessário a exploração do sistema sensorial (olfato, paladar, tato, visão e audição), que muitas vezes é onde se observa os primeiros atrasos. O ambiente escolar, através de seus espaços, materiais, atividades e docentes deve estar adequado para observar tais dificuldades.

Os seguidores da técnica afirmam que a integração sensorial facilita no desempenho escolar tanto das crianças sem maiores dificuldades quanto das crianças com necessidades especiais, pois é claro que a escola pode proporcionar uma organização sensorial, de modo a gerar respostas adequadas e facilitar a aprendizagem. Seguramente a integração sensorial está presente no dia-a-dia escolar.

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME 

Registre atividades na Eduqa.me - horizontal

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Atividade: Textura para os pés

Fonte: Stock Gratuita

Atividades/Movimento/Registros
0 Comments

Atividade: Textura para os pés

Objetivo

Reconhecimento das texturas através do tato dos pés.

Habilidade a ser Estimulada

Sensibilidade dos pés ( prontidão para a postura em pé).

Faixa Etária

0 a 5 anos.

Material

Materiais com texturas diferentes colados em EVA em formato de pé. Há possibilidade de variações conforme a criatividade e disponibilidade de materiais.

Descrição da atividade

  • O educador deve se certificar que as crianças não são alérgicas aos materiais.
  • É muito importante que o educador esteja atento às reações e ou expressões (agradável, repulsa, etc.) de cada criança.
  • Oferecer o estímulo possibilitando o toque nas texturas pelos pés.
  • Solicitar para descrever o que sentiu ( de acordo com a idade).
  • O educador poderá adequar a atividade conforme o conteúdo programático adotado na sala.

Fonte: PPI

“Ayres define a integração sensorial como sendo a organização de informações sensoriais, proveniente de diferentes canais sensoriais e a habilidade de relacionar estímulos de um canal a outro, de forma a emitir uma resposta adaptativa”.

Muitas vezes a organização dessas informações sensoriais não são organizadas e podem trazer algum tipo de atraso no desenvolvimento global da criança. É na escola, principalmente na Educação Infantil que se faz necessário a exploração do sistema sensorial (olfato, paladar, tato, visão e audição), que muitas vezes é onde se observa os primeiros atrasos. O ambiente escolar, através de seus espaços, materiais, atividades e docentes deve estar adequado para observar tais dificuldades.

Os seguidores da técnica afirmam que a integração sensorial facilita no desempenho escolar tanto das crianças sem maiores dificuldades quanto das crianças com necessidades especiais, pois é claro que a escola pode proporcionar uma organização sensorial, de modo a gerar respostas adequadas e facilitar a aprendizagem. Seguramente a integração sensorial está presente no dia-a-dia escolar.

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME 

Registre atividades na Eduqa.me - horizontal

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Atividade: Tintas

Fonte: Mundo das tribos

Registros/Linguagem/Movimento
0 Comments

Atividade: Tintas

Objetivos

  • Reconhecimento das texturas.
  • Observação das misturas de cores.
  • Identificação de odores.
  • Interação com outras crianças.

Habilidades a ser Estimulada

  • Sensibilização de mãos.
  • Percepção visual.
  • Atenção.
  • Criatividade.

Faixa Etária

0 a 5 anos.

Material

Tintas de várias texturas e cores dispostas em potes plásticos (antialérgicas). Há possibilidade de variações conforme a criatividade e disponibilidade de materiais.

Descrição da Atividade

  • Oferecer o estímulo possibilitando o toque nas tintas.
  • Oferecer a possibilidade de mistura de cores.
  • Atividade individual e ou grupal.

 

Fonte: Apostila PPI

“Ayres define a integração sensorial como sendo a organização de informações sensoriais, proveniente de diferentes canais sensoriais e a habilidade de relacionar estímulos de um canal a outro, de forma a emitir uma resposta adaptativa”.

Muitas vezes a organização dessas informações sensoriais não são organizadas e podem trazer algum tipo de atraso no desenvolvimento global da criança. É na escola, principalmente na Educação Infantil que se faz necessário a exploração do sistema sensorial (olfato, paladar, tato, visão e audição), que muitas vezes é onde se observa os primeiros atrasos. O ambiente escolar, através de seus espaços, materiais, atividades e docentes deve estar adequado para observar tais dificuldades.

Os seguidores da técnica afirmam que a integração sensorial facilita no desempenho escolar tanto das crianças sem maiores dificuldades quanto das crianças com necessidades especiais, pois é claro que a escola pode proporcionar uma organização sensorial, de modo a gerar respostas adequadas e facilitar a aprendizagem. Seguramente a integração sensorial está presente no dia-a-dia escolar.

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME 

Registre atividades na Eduqa.me - horizontal

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

 

 

IDEIAS PARA CRIAR E EXPLORAR A CRIATIVIDADE NA AULA DE ARTES

Fonte: shoppingpenha

Rotina pedagógica
0 Comments

IDEIAS PARA CRIAR E EXPLORAR A CRIATIVIDADE NA AULA DE ARTES

Por questão de tempo ou criatividade as aulas de artes na Educação Infantil tendem a se acomodar sempre em torno dos mesmos materiais: lápis de cor, tinta guache, giz de cera.

Mas peraí, estamos falando da aula de artes. Ela por si só já deveria ser criativa e explorar vários outros materiais e ideias. Sei que algumas Escolas até exploram e criam e também usam seus espaços, mas sempre tem aquela pulga que fica pulando dizendo que poderia ter sido mais criativo.

A criatividade é um assunto que fascina a todos e é desde sempre um objeto de muitos estudos. Esse potencial criativo é inato em todo ser humano, porém ele se ensina e se aprende.

Leia Como anda a criatividade dos seus alunos?

Criatividade serve para que?

O que acontece é que a criatividade é uma competência pessoal super valorizada, mas ao mesmo tempo desprestigiada, pois percebemos que é difícil mensurar qual professor é mais criativo que outro.

Se houver apoio da escola, entretanto, esse é um ponto que pode ser um super diferencial na Educação Infantil. Para os pequenos esta é a idade ideal para introduzir novas formas de se fazer arte, outras texturas e técnicas para pintar.

Algumas opções são: pintar com esponjas ao invés de pincéis, usar aquarela, carvão ou cola nos projetos, trazer argila e massa de modelar para a sala de aula, usar algodão, areia, papéis variados, sementes, etc., para dar textura.

Fizemos um parceria com a Papel Toys só para aumentar o seu potencial criativo na Escola.

Veja algumas ideias e dicas de matérias:

Argila

Fonte: shoppingpenha

Atividade 1- Desenhando com argila

Você vai precisar de: placas de madeira, argila, água, cadeiras e mesas.

Peça para que as crianças manuseiem a argila espalhando na placa de madeira para criar um quadro de desenho.

Instigue:

O que é argila? Para que serve?

Qual sua utilidade?

Como é experimentar a textura da argila com os dedos?

É mais fácil desenhar na folha de papel, na parede, no pano ou na argila?  

Existe alguma sensação que está acontecendo no seu corpinho?

Você pode encontrar vários tipos de argila na Papel Toys:

Fonte: Papel Toys

Veja a atividade completa no Baú de Atividade Eduqa.me e aproveite para copiar em seu planejamento já experimentando um novo jeito de criar.

Como mexer com argila é uma delícia, você também pode fazer outra aula criando esculturas e pintando os quadros depois que a argila secar, é só pintar os objetos montados com tinta guache.

Mais importante que a aula em si é o diálogo no desenrolar desta proposta. E as perguntas que o professor faz auxiliando o desenvolvimento da criança e registrando as atribuições de sentido às produções das crianças.

Livro Reciclável

Fonte: ominho

É possível que um livro pode ser escrito e rescrito diversas vezes?

Em caso de os alunos responderem de forma afirmativa, pergunte como isso é possível?

Instigue:

O que você desenharia em um livro? 

Qual seria a história da sua vida?

Um livro tem começo meio e fim?

Qual livro você mais gosta?

Peça que os alunos em grupos desenvolvam um livro-objeto ou um Livro de artista. A nossa sugestão é para que você forme duplas e as crianças precisam escolher o tema e depois pintar o livro contando uma história com início, meio e fim.

Fonte: Papel Toys

Você pode encontrar esses e outros materia bem legais na Papel Toys e não se esqueça de registrar com fotos e vídeos que inclua as considerações das crianças.

Avalie o desenvolvimento do projeto do início ao fim e escreva por aluno qual foi a dedicação e envolvimento do grupo no trabalho e a relação com a arte e os colegas paara a exposição coletiva.

Experimente a Eduqa.me para aperfeiçoar seu trabalho na Educação Infantil, organize seus registros e projetos da maneira mais simples que existe.

 

Deborah Calácia para a Eduqa.me. Deborah é linguista e especialista em tecnologia e educação – Universidade de Brasília.

 

Atividade: Semáforo dos combinados

Fonte: Google

Atividades/Relatórios/Socioemocional
0 Comments

Atividade: Semáforo dos combinados

Baseado em o guia prático para professores de Educação Infantil.

Material

cartolina, canetas hidrocor, tinta ou giz de cera nas cores vermelha e verde.

Faixa Etária

4 a 5 anos

Descrição

Com os alunos sentados em roda, cada um é orientado a falar o que acha que deve ser permitido ou não na escola, enquanto a professora faz o papel de mediadora da discussão.

Após a conversa, a professora desenha um semáforo na cartolina, acrescentando:

No sinal verde: o que é permitido.

No sinal vermelho: o que é proibido.

Depois disso, o cartaz deve ser preso na parede da sala para que todos vejam no dia- a-dia.

Registre!

  •  As crianças conseguiram entender o semnáforo?
  • Quanto a seguir as regras, funcionou? Onde emperrou?
  • Houve algum comportamento marcante, bom ou ruim?

Tire fotos do material produzido ou, ainda, filme. Isso enriquecerá o portfólio delas e será uma ferramenta útil para a avaliação!

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Consciência de Palavras: Frases e suas Segmentação

Fonte: cultura inglesapv

Atividades/Linguagem/Registros
0 Comments

Consciência de Palavras: Frases e suas Segmentação

No post anterior falamos sobre a consciência da palavra e como e a segmentação de faixa etária.

Leia em Consciência de Palavras: Utilizando Provérbios

Hoje continuaremos exercitando a consciência de palavras, mas dessa vez vamos focar nas frases e suas segmentações.

Vamos lá?

Objetivo

  • Estimular consciência dos sons da fala;
  • Favorecer a atenção à linguagem oral.

Habilidades a Serem Estimuladas

  • Atenção à linguagem (ou fala);
  • Início da percepção e da noção de palavras, ou seja, se referem a unidades maiores que os sons;
  • Memória de curto prazo fonológica.

 Descrição da Atividade

O professor diz: eu vou falar uma frase para cada um de vocês, e depois eu vou repetir a frase, mas sem falar a última palavra.

Por exemplo, eu posso falar: /Maria foi ao parque/. Aí eu vou escolher um de vocês e vou falar: / Mari foi ao____/, e aquele que eu escolhi tem que falar/ parque/. Certo?

Falar as Frases

 

  1. Eu brinco de futebol. Eu brinco de________.
  2. Ela gosta de comer maça. Ela gosta de comer______.
  3. O bebê está chorando. O bebê está_________.

Pode ser utilizada apoio visual (figuras diversas que poderiam fazer sentido na frase).

Sugestão de Discussão

Vocês viram que as frases que nós falamos possuem várias partes dentro delas, que são as palavras? Então nós podemos dividir as frases nas palavras, podemos falar a frase sem uma palavra:/ Nós passeamos de_________/ ou falar a palavra sozinha/carro/. É sempre assim, toda frase pode ser dividida em palavras.

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Consciência de Sílabas: Bate Palmas

Fonte: MonJunction

Atividades/Linguagem/Registros
0 Comments

Consciência de Sílabas: Bate Palmas

O que é a consciência de sílabas? É a capacidade de segmentar palavras em sílabas, e realizar diversas tarefas de manipulação como segmentação, identificação, rima, aliteração, subtração, adição e transposição.

Objetivos

  • Estimular a consciência dos sons;
  • Favorecer a atenção à linguagem oral.

Habilidades a Serem Estimuladas

  • Consciência dos sons;
  • Oralidade;
  • Reconhecimento e consciência das unidades mínimas (sílabas) da palavra.

Jogo em que cada criança fala o seu nome e todos batem palmas a cada sílaba

Aqui o professor deve comentar que as palavras são formadas por sílabas e que podemos contar quantas sílabas cada palavra tem (baseado em Capovilla, 2004).

Material

  • Quadro ou cartolina para escrever o número de sílabas que cada nome tem.

Descrição da Atividade

Agora que nós já vimos que as palavras têm partes, vamos ver quantas partes têm os nossos nomes?

Vou começar com o nome /José/. Eu vou repetir o nome bem devagar e vocês devem bater palmas em cada parte, em cada sílaba dele. Vamos:/José/. Quantas partes têm? Duas partes. Agora os nomes  de vocês:

[Cada um diz o seu nome, batendo palmas e diz quantas partes têm].

Sugestão de Discussão

Vocês viram nesse jogo que os nossos nomes também têm partes menores, as sílabas. Nós podemos contar quantas sílabas nossos nomes têm. Cada um de vocês contou quantas sílabas seu nome tem.

Alguns nomes são compridos, eles têm muitas sílabas. Outros têm poucas sílabas, eles são curtos. Então, nossos nomes também têm sílabas, e alguns têm mais sílabas do que outros.

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Consciência de Sílaba: O chapéu de Três Pontas

Fonte: Pinterest

Atividades/Linguagem/Relatórios
0 Comments

Consciência de Sílaba: O chapéu de Três Pontas

Essa atividade “O Chapéu de 3 pontas” é baseado em Almeida& Duarte, 2003.

Essa é uma atividade que vai contribuir para o desenvolvimento da consciência silábica da criança, naturalmente, irá repercutir no aprendizado da leitura e da escrita.

Existem muitas maneiras de estimular a consciência fonológica, porém, quanto mais lúdico o processo, mais satisfatório é o resultado.

Material

  • Música folclórica: O chapéu de 3 pontas.

Descrição da Atividade

  1. Cantar a música:

    O meu chapéu tem três pontas

    Tem três pontas o meu chapéu

    Se não tivesse três pontas

    Não seria o meu chapéu.

    Falar a música em um tom único tom sem entonação, separando as partes da palavra.

    CHA-PÉU-DE-TRÊS-PON-TAS

  2. Bater palmas a cada parte das palavras da música. Utilize a música na forma falada.
  3. Dizer de quantas partes são formadas as palavras.

PON-TAS=2 /TI-VES-SE=3/CHA-PEU=2/MEU= 1 

Variações

O uso de apoio visual pode auxiliar muito as crianças que estão começando a compreender o conceito de sílaba, ou seja, desenhar um círculo que represente cada pedaço a palavra facilita seu aprendizado. O círculo pode ser substituído por lápis ou mesmo pelos dedos da mão, tornando mais concreto um conceito abstrato, especialmente quando elas devem contar quantas sílabas há na palavra.

Registre!

  • Como está o desenvolvimento da linguagem oral? As crianças conseguiram entender a atividade?
  • Quanto a separação silábica, funcionou? Onde emperrou?
  • Houve algum comportamento marcante, bom ou ruim? Como foi o relacionamento entre as crianças durante a atividade?

Tire fotos do material produzido ou, ainda, filme. Isso enriquecerá o portfólio delas e será uma ferramenta útil para a avaliação!

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

7 Estratégias para Desenvolver a Atenção

Fonte: Criança em questão

Desenvolvimento Infantil/Práticas inovadoras
0 Comments

7 Estratégias para Desenvolver a Atenção

Toda atividade humana organizada possui algum grau de direção e seletividade. O caráter direcional e a seletividade dos processos mentais, base sobre a qual se organizam, é denominada atenção. A atenção é o mecanismo pelo qual nos preparamos para processar estímulos, enfocar o que vamos processar, determinar quanto será processado e decidir se demandam uma ação. Os mecanismos da atenção têm sido apontados como relevantes na execução de diversas tarefas (perceptivas, motoras, cognitivas), sendo determinantes na seletividade do processamento da informação.

Objetivos:

  • Apresentar estratégias para facilitar a capacidade de atenção da criança.
  • As ilustrações abaixo são dicas de como evitar situações que podem impactar na capacidade de atenção da criança.

#Dica 1 Mude de ambiente

Não exigir um tempo prolongado de permanência na mesma posição. Alternar as atividades com posição sentada, no chão e em pé ou fazer mudança de  ambiente (pátio, parque, sala, etc.)

Fonte: apostila PPI

# Dica 2: Cadeiras posicionadas corretamente

Cadeiras voltadas em direção à fonte de informação e atividades em círculos.

# Dica 3: Evite sala com muitos estímulos

#Dica 4: Tenha um objetivo claro

Atividades como filmes e história devem ser escolhidas com um objetivo claro para despertar o interesse das crianças.

# Dica 5: Abuse da Ludicidade

Atividades lúdicas (jogos, desenhos, brincadeiras, etc) desenvolvem a capacidade de atenção, além de outras funções.

#Dica 6: Instruções curtas

Evitar instruções muito longas e utilizar atividades mais breves, de no máximo 30 minutos, são mais adequadas para crianças de Educação Infantil.

#Dica 7: Planeje

O planejamento das atividades deve considerar o tempo que a criança poderá manter a sua atenção nela.

 

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME 

Registre atividades na Eduqa.me - horizontal

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil

Consciência de Sílaba: Papo de Ogro

Fonte: Google

Atividades/Linguagem/Registros
0 Comments

Consciência de Sílaba: Papo de Ogro

(fonte:http://revistaguiainfantil.uol.com.br).

Essa é uma atividade que vai contribuir para o desenvolvimento da consciência silábica da criança, naturalmente, irá repercutir no aprendizado da leitura e da escrita.

Existem muitas maneiras de estimular a consciência fonológica, porém, quanto mais lúdico o processo, mais satisfatório é o resultado.

Objetivo

  • Reforçar a capacidade dos alunos de sintetizar palavras a partir de sílabas separadas.

Descrição da Atividade

  1. Convide todos a sentar em círculo e envolva-os em uma história:Era uma vez um ogro gentil e pequenino, que adorava dar presente às pessoas. O único problema é que o ogro sempre queria que as pessoas soubessem qual era o presente antes de dá-lo. Mas o ogrozinho tinha uma maneira muito estranha de falar. Se ele fosse falar à criança que o presente era uma bicicleta, ele dizia “bi-ci-cle-ta”.

    Só quando a criança adivinhasse qual era o presente é que ele ficava completamente feliz.

  2. Agora, finja ser o ogro e caminhe pela sala, dando um “presente”a cada criança, pronunciando o nome do presente sílaba por sílaba.
  3. Quando a criança adivinhar a palavra, ela deve indicar outra criança para ganhar um presente.

Dica

Se a turma for grande, é melhor limitar o jogo a apenas algumas crianças em determinado dia, ou ficará longo demais.

Registre!

  • Como está o desenvolvimento da linguagem oral? As crianças conseguiram entender a atividade?
  • Quanto a separação silábica, funcionou? Onde emperrou?
  • Houve algum comportamento marcante, bom ou ruim? Como foi o relacionamento entre as crianças durante a atividade?

Tire fotos do material produzido ou, ainda, filme. Isso enriquecerá o portfólio delas e será uma ferramenta útil para a avaliação!

Texto elaborado a partir do material produzido pelo Projeto Pela Primeira Infância. Clique e conheça mais sobre o Projeto Pela Primeira Infância– Programa de Formação em Desenvolvimento Cognitivo Infantil com base nas Neurociências, para profissionais da Educação Infantil