Gestão Escolar x Gestão pedagógica

Gestão Pedagógica

Registros/Relatórios/Rotina pedagógica/Semanários
0 Comments

Gestão Escolar x Gestão pedagógica

“A tecnologia que já muda a maneira de ensinar e aprender está ganhando espaço na gestão à medida que fica cada vez mais complexo lidar com a enorme quantidade de informações no dia a dia de uma escola. O mercado de plataformas digitais está em evolução e uma amostra desse fenômeno pode ser percebida pela ampla presença de empresas voltadas a atender esse setor das instituições de ensino na Bett Educar.”

Esse é um trecho retirado do Porvir– O site sobre inovação em educação visitou alguns stands na feira Bett, a maior feira internacional de educação da America Latina, e viu alguns produtos que propõe como solução usar dados para apoiar tomadas de decisão sobre gestão administrativa da Escola.

Como nós ficamos de fora da matéria decidimos explicar para nossos leitores sobre um conceito que muita gente confunde.

Qual a diferença da GESTÃO ESCOLAR para a GESTÃO PEDAGÓGICA?

Muita gente confunde a Gestão Escolar, que é uma gestão administrativa, com a gestão pedagógica. Nesse post vamos explicar e explorar o contexto de cada uma delas.

Vamos lá?

GESTÃO ESCOLAR

A gestão escolar são práticas administrativas que se encontram na lógica da organização da Instituição. Isto é, ela e bem parecida com o funcionamento de uma padaria, de uma multinacional ou de qualquer empresa que precisa olhar para seu funcionamento com um olhar bem crítico e rigoroso com carácter puramente prático e pragmático.

Sabemos que apesar da Educação não ser um produto a Escola precisa e deve funcionar como uma empresa e para isso é preciso de dados e racionalidade sobre a administração pura e crua.

Nesse sentido, percebemos que vivemos em um País capitalista e como qualquer organização busca conseguir mais números com os mesmos esforços. Assim como essas organizações as Escolas são empresas e precisam ter lucro, produtividade e eficiência. E esse combo pode e devem coexistir, simultaneamente, dentro e fora da sala de aula.

GESTÃO PEDAGÓGICA

Agora que sabemos que gerir uma Escola depende de dados sobre os salários dos professores, o aluguel do espaço, a compra dos materiais, a quantidade de papel, programas e outros tantos gastos a pergunta que fica é: E o pedagógico? Como mensurar o valor da abordagem do meu professor? Como apresentar que esse método é melhor que aquele por esse ou aquela motivo?

E aí, Coordenadores e Diretores, o que eu respondo é simples.

O pedagógico vem como o grande objetivo de existência da escola é a única a razão dessa Empresa Escola existir e muito provavelmente um dos maiores motivos que fez com que as famílias se encantassem pela sua Escola e não pela Escola vizinha. O Pedagógico é a atividade fim do setor educacional, gerir essa área está relacionada com a organização e planejamento do sistema educacional e a elaboração e execução de projetos pedagógicos. Também deve estabelecer metas com foco em melhorar as práticas educacionais nas instituições de ensino e descobrir outras maneiras de ensinar mais e melhor. Para garantir que toda essa didática funcione, é essencial a atuação dos coordenadores, diretores e orientadores educacionais.

O pedagógico nos indica que as ações de articulação que acontecem dentro da Escola são orientadas por um propósito maior que as cifras, tão necessárias, ao final do mês. O Pedagógico vai te permitir pensar e agir de maneira cirúrgica e ambiciosa fazendo as mudanças necessárias para sua Escola.

Coordenadores Pedagógicos e Diretores são responsáveis por ações de extrema importância para o desenvolvimento da instituição, como:

  • Articular estratégias, métodos e conteúdos no ambiente educacional;
  • Definir metas para otimização dos processos pedagógicos;
  • Avaliar o trabalho pedagógico exercido por professores e praticados na instituição;
  • Estabelecer formas de envolver mais os docentes na criação dos métodos pedagógicos;
  • É importante também que o diretor escolar esteja em contato aberto com os educadores para estabelecer o foco da aprendizagem e promover a educação como um todo, dando atenção ao currículo escolar e metodologia de ensino em vigor e sugerindo eventuais mudanças.

Uma boa avaliação da gestão pedagógica na educação básica é realizada com o olhar sobre as atividades, os espaços e os tempos dedicados a elas, os materiais, as instruções, as modalidades organizativas, áreas de conhecimento ou estímulos e a formação de professores

Por isso é fundamental usar os dados pedagógicos ao seu favor e não só deixar que o cotidiano burocrático te engula mês a mês.

Na Eduqa.me  você tem acesso a todos os dados que você precisa para que você tenha uma gestão baseada em fatos e dados pedagógicos. Com a plataforma é possível acompanhar o planejamento/ semanário de todos os professores da Instituição e abrir uma janela para fazer a devolutiva na hora. Além disso, você coordenador ter uma visão geral da sua Instituição com dados quantitativos e qualitativos sobre espaços utilizados, áreas de conhecimento, registros ricos em tempo real e muito mais.

Os professores podem fazer toda documentação pedagógica, e você coordenador ou diretor acompanha tudo de um jeito muito simples!

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME

Quer ler outros posts como este? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Leia mais O coordenador pedagógico virou o faz- tudo da Escola?

Deborah Calácia para a Eduqa.me. Deborah é linguista e especialista em tecnologia e educação – Universidade de Brasília.

 

Gestão baseada em dados na Escola
Registros/Rotina pedagógica
0 Comments

Gestão baseada em dados na Escola

Há gestores para todos os gostos.

Gestores de Escolas públicas, privadas, mulheres, homens, jovens, seniores, do Sul, do Norte, os perfeccionistas, os sonhadores, os mediadores; tem gestor que se preocupa bastante com o orçamento e tarefas administrativas, outros focam no cumprimento da agenda e outros optam por cuidar do pedagógico.

Há ainda aqueles que focam na infraestrutura da Escola, na merenda e na inovação e por aí vai..

Não importar quais são suas prioridades, o que importa mesmo é que independente delas você tem uma das tarefas mais difíceis que um gestor de Escola poderia ter: lidar com dados na Educação.

Com toda certeza você já sentiu na pele essa dificuldade, não é mesmo?

Além de cuidar das pessoas da sua Escola, ainda é necessário que você gerencie os dados pedagógicos garantindo aos pais que ali, naquela Escola, mora o melhor lugar para a criançada aprender. A Escola é uma dimensão que construímos de acordo com o desenho do nosso cenário de aprendizagem. Por isso é extremamente importante que o ambiente seja agradável e que além do ambiente acolhedor, a Escola consiga proporcionar uma experiência inesquecível e um espaço de disponibilidade da quantidade de informações e das medidas necessárias para que haja troca de aprendizagem coletiva e tempo disponível para análise dos dados baseado na prática das crianças.

Entretanto não é isso que acontece, certo?

O que posso fazer em minha Escola?

Você já se perguntou QUANTAS atividades seus professores fazem anualmente?  E, por exemplo, no SEMANÁRIO da semana passada as atividades aplicadas foram sobre matemática, português, coordenação motora ou artes? E desses SEMANÁRIOS, quantos foram entregues na DATA prevista? Quantos foram revisados e aprovados pelos coordenadores? E, as áreas do conhecimento…Nesse bimestre, quais ÁREAS DO CONHECIMENTO sua Escola está estimulando mais? Você saberia me dizer, AGORA, o que o seu aluno do maternal fez no dia 10 de Março? E se OS PAIS DE UM ALUNO perguntar como está o comportamento daquela criança?

Você, gestor de escola,  é capaz de tomar decisões satisfatórias e baseadas em dados todos os dias?

Responder todas essas perguntas demanda tempo e é bem complicado, não é mesmo?

A compreensão dessa realidade parece muito simples para uma empresa como por exemplo a Coca-Cola, mas para uma Escola muitas vezes é considerada ilusória, pois não temos um produto final e sim pessoas.  Uma Escola é um lugar de gente que lida com gente e essa combinação é algo mágico, porém no dia a dia o sonho de trabalhar com dados parece impossível.

Para responder a todos esses questionamentos, muito provavelmente, você teria que convocar uma reunião e deslocar alguns professores da sala de aula, além de criar planilhas e mais planilhas explorando os cenários e as classes e explorar a papelada dos coordenadores e professores.

Entretanto, a combinação destes fatores é algo bastante difícil e moroso. Muitas vezes, quando se obtém a informação, não se tem tempo para analisá-la, pois ela precisa ser tomada no ato.

 

Fonte: TBO

Gestão baseada em dados

Há situações em que o gestor não tem a informação adequada, em qualidade e quantidade. Neste caso conta muito o achometro, ou seja, a experiência que o gestor acumulou nas Escolas anteriores, baseada em fatos passados.

O gestor deve ser o mais objetivo e sensato possível.  Nesse contexto, as decisões dos gestores, por melhores que sejam suas intenções, são consideradas apenas satisfatórias, pois não são pautadas em dados.

Absorver todas as informações que os professores geram diariamente e ter  esses dados disponíveis para levar em conta em um processo decisório é um grande sonho, não é mesmo?

E se eu te dissesse que é possível responder a todas aquelas perguntas sem perder tempo e de um jeito diferente.

Sim, isso mesmo! Estou querendo te dizer que é possível poupar pelo menos 80% do seu tempo e ter todas essas informações na palma da sua mão ou na tela do seu computador.

Legal, não é mesmo?

É exatamente isso que a Eduqa.me faz!

CLIQUE AQUI PARA TESTAR AGORA A PLATAFORMA EDUQA.ME

Concatenamos todos os dados que você precisa para que você tenha uma gestão baseada em fatos e dados pedagógicos. Na Eduqa.me é possível responder isso em poucos minutos e suas decisões podem ser pautadas mediante a realidade da sua Escola e não em suposições. Os professores podem fazer toda documentação pedagógica, e você coordenador ou diretor acompanha tudo de um jeito muito simples!

Na Eduqa.me você consegue ter uma visão geral da sua Instituição com dados quantitativos e qualitativos. 

Aprovar ou não… e também dar devolutivas para seus professores possibilitando a qualificação de um processo decisório, reduzindo-se as incertezas e os riscos.

Uma vez tendo-se definição e compreensão real dos fatos, haverá maior probabilidade de sucesso nas matrículas da sua Instituição e também nas reuniões com os pais.

Afinal,  dados são reais e ele podem ser comparados medidos, analisados, discutidos; enfim, é algo possível para pautar ou definir o que fazer na sua Escola.

Leia mais O coordenador pedagógico virou o faz- tudo da Escola?

 

Deborah Calácia para a Eduqa.me. Deborah é linguista e especialista em tecnologia e educação – Universidade de Brasília.